• Jorge Mota

Audi e-tron GT



Cada vez mais o mercado dos carros elétricos está a crescer, quer em número de viaturas, quer em termos de propostas disponíveis no mercado. Se a maioria espera modelos mais acessíveis e que podem massificar, a verdade é que as marcas estão apostar nos modelos de topo.

Uma dessas propostas chegou agora, pelas mãos da Audi. Falamos do novo e-tron GT, o carro elétrico de alto desempenho da marca. Esta é uma nova proposta que aponta para a linha de topo de para combater outras propostas do mesmo nível.

O alvo do novo e-tron da Audi é óbvio. Pretende combater dois dos mais desejados carros elétricos do mercado, os bem conhecidos Tesla Model S e o Porsche Taycan. Para além de um desempenho que está ao mesmo nível, também as suas linhas são próximas do que estes propõem.



Apresentados na forma de um protótipo em 2018, chega agora de forma oficial e pronto a tentar conquistar o mercado. A Audi revelou agora as 2 duas propostas e que vão trazer o e-tron para o mercado. Falamos do e-tron GT e do RS e-tron GT, com um preço de 99.800 euros e 138.200 euros, respetivamente.

Nas suas medidas, o e-tron tem 4,99 metros de comprimento, 1,96 metros de largura e 1,41 metros de altura. Para transportar carga temos uma mala com 400 litros de capacidade, junto com um segundo porta-malas frontal de 85 litros. O interior traz um design tradicional, apesar de toda a tecnologia presente. Aqui contamos com 2 ecrãs, 1 para o motorista, com 12,3 polegadas, e outro central com 10,1 polegadas.

Por ter a mesma plataforma que o Porsche Taycan, o Audi e-tron GT tem um ADN particular. Assim, temos na versão e-tron GT um total de 476 cv e 630 Nm. Essa potência pode aumentar temporariamente para 530 cv. Com isso, consegue ir de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e ter uma velocidade máxima sobe para 245 km/h. O RS sobe para 598 cv com a opção de atingir 630 cv. A sua aceleração é reduzida para 3,1 segundos dos 0 aos 100 km/h. Quanto à velocidade máxima, chega a 250 km/h segundo a Audi.

No campo da autonomia, o Audi e-tron traz uma bateria de 93 kWh de capacidade com uma tensão de 800 V.




A empresa estima que terá uma autonomia homologada no ciclo WLTP de 488 quilómetros. Este carro terá carregamento rápido de até 270 kW com corrente contínua para ganhar 100 quilómetros de autonomia em 5 minutos.

Todas estas caraterísticas refletem-se depois no preço, como foi possível ver. Ainda assim, esta proposta da Audi vem ocupar um lugar onde a marca não tinha ainda uma presença forte. O novo e-tron GT irá chegar na próxima primavera, podendo ser já reservado na marca.


77 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DS4 2021

BMW IX 2021