• jmiguel271

BMW Serie 7 Facelift 2020




A sexta geração da berlina premium germânica acaba de receber um largo e extenso update, com o BMW Série 7 renovado a evoluir no design, mecânica e tecnologias.

Lançado com bastante furor em 2015, altura em que se apresentou como um dos automóveis mais avançados do mercado, o Série 7 acaba de ser atualizado para poder continuar a gabar-se de ser uma referência na combinação entre tecnologia, conforto e requinte. Como tal, ele evolui em todas as áreas, com a marca a não se limitar a introduzir umas pequenas alterações minimalistas na estética ou alguns novos softwares. Não, o BMW série 7 renovado vai mais além, e foi profundamente revisto neste novo ano.



Com mais 22mm de comprimento tanto na versão curta, agora com 5,12 metros, como na de distância longa entre eixos, que se estica agora até aos 5,26 metros, a altura e largura do BMW Série 7 mantêm-se inalteradas. Mas ao ver o automóvel de frente não ficará com essa impressão, algo que resulta do aumento da altura na dianteira em 50mm e da introdução de uma grelha 40% maior, similar à que se encontra no novo X7.




Além disso, o carácter frontal foi profundamente modificado, algo para que contribuem as ópticas mais esguias (onde a iluminação LaserLight que alcança os 560 metros continua a ser alternativa aos Adaptive LED de série) e o novo capot. Além disso, o para-choques dianteiro foi igualmente reformulado e acolhe modificações nos Air Breathers laterais, que servem para canalizar o ar através dos arcos das rodas e com isso eliminar também algum ruído de deslocamento!




Nas laterais do BMW Série 7, continua a existir o vidro laminado nas janelas laterais, com uma espessura que agora chega aos 5,1mm para maior conforto acústico. Aliás, para reduzir os ruídos a bordo existe ainda novo material isolante nas cavas das rodas traseiras, pilares centrais e suportes dos cintos de segurança. A traseira também recebe novo para-choques, que integra saídas de escape mais largas. Mas a maior novidade na retaguarda vai para os grupos ópticos. Tal como na dianteira, eles estão mais finos, e surgem agora interligados por uma faixa LED de 6mm a toda a largura do carro.

Foram ainda introduzidas novas cores e opções de desenho para as jantes deste novo Serie 7. E continua a ser possível tornar ainda mais exclusivo o visual do modelo, recorrendo ao Pack desportivo "M sport", que confere um estilo mais desportivo, ou então o Design Pure Excellence, mais clássico e estatutário. Neste último, os acabamentos acetinados para o alumínio dão lugar a outros em cromado brilhante.




No interior também existem alterações, desde logo a começar nos materiais utilizados, como a madeira e o vidro para as decorações, tecidos mais fofos e a pele Nappa para os bancos. A isto junta-se um novo desenho para o volante multifunções, com reestruturação dos botões para aceder às assistências de condução, e um novo compartimento para a carga wireless. Mantendo-se a total digitalização das informações, com ecrãs de 12,3” para a instrumentação e 10,25” para o infotainment, neste último touchscreen pode-se agora aceder ao novo Operating System 7.0, com programas como o Microsoft Office 365 for Business e o BMW Intelligent Personal Assist com comandos vocais. Além disso, referência para a possibilidade de incorporar dois ecrãs nas costas dos bancos dianteiros, para facilitar o acesso dos passageiros de trás aos conteúdos do infotainment.



Falando de tecnologias, recordamos desde logo que a famosa chave do Série 7, usada para o estacionamento autónomo da viatura, continua a ser uma realidade. Além disso, nas assistências ao condutor o BMW Série 7 renovado continua muito bem apetrechado. Desde logo com o apoio conferido pelo Cruise Control adaptativo com manutenção de faixa e apoio em engarrafamento, visão a 360º e muitos outros atributos com que este modelo surpreendeu em 2015.

A gama contempla três níveis de potência para o motor diesel de 3.0l. Este bloco de seis cilindros em linha surge nas versões 730d (265cv, versões de duas rodas motrizes ou tração integral XDrive), 740d XDrive (320cv) e 750d XDrive (400cv), o que significa precisamente que os níveis de potência permanecem inalterados. Já para a oferta a gasolina do BMW Série 7 renovado existem tendências contrárias. Enquanto o motor de oito cilindros do 750i ganha 80cv, atingindo os 530cv, a versão 760i vê o motor V12 perder 15cv, debitando agora 585cv de potência.



Mas a maior novidade vai para a versão híbrida, que deixa de ser conhecida como 740e e passa a designar-se 745e. Isso reflete o aumento das capacidades deste modelo que combina um bloco a gasolina de seis cilindros com um motor elétrico de 113cv. A potência combinada alcança agora os 394cv (+68cv) e, com a bateria a passar dos 9,8kWh para os 12kWh, a autonomia elétrica é melhorada. Consoante a opção entre as versões de distância curta e longa, e duas ou quatro rodas motrizes, ela vai variar entre os 50km e os 58km. Isso ajuda a colocar os consumos médios nos 2,2l/100km, valor sem rival na gama da berlina.



Referência ainda para as opções que continuam a estar disponíveis para melhorar o comportamento dinâmico do BMW série 7. Entre elas estão as barras estabilizadoras ativas e o eixo traseiro direcional, que podem ser configurados em todas as versões excepto no BMW 745e.

Apresentado na China, o Série 7 chegará ao mercado com estes novos atributos durante a Primavera de 2019.



48 visualizações
  • Facebook JM Reviews
  • Instagram JM Reviews
  • Youtube JM Reviews

Bem vindos! | JM Reviews

Vamos fazer a cobertura de apresentações, eventos, Test Drives. Vamos passar experiências diferentes para vos dar a conhecer o melhor de cada modelo em particular!

  • Facebook JM Reviews
  • Instagram JM Reviews
  • Grey YouTube Icon

© 2018 by JM Reviews

Criado por Mercado Digital