• Jorge Mota

Seat Leon 2020




A Seat investiu mais de 1,1 mil milhões de euros para produzir um veículo mas eficiente, dinâmico e seguro

Depois de se ter tornado no recordista de vendas da Seat com mais de 105.900 unidades vendidas, a quarta geração do Leon foi apresentada esta terça-feira em Barcelona.

A Seat investiu mais de 1,1 mil milhões de euros para produzir um veículo que permita levar  os seus utilizadores ao próximo nível em matéria de conectividade, eficiência, dinamismo e segurança.



O novo Leon partilha a mesma plataforma, MQB Evo, que o Volkswagen Golf, mas apresenta-se com dimensões superiores ao seu ‘primo’ germânico.

Na variante de cinco portas, o novo Leon chega com  4,368mm de comprimento, +86mm que a versão anterior, 1,800mm de largura (-16mm) e 1,456mm de altura (-3mm). A distância entre eixos tem 2,686mm, o que representa mais 50mm face à terceira geração do Seat Leon.



Já a versão Sportstourer do novo Leon tem 4,642mm de comprimento (+93mm), 1,800mm de largura (-16mm) e 1,448mm de altura (-3mm). A distância entre eixos chega aos 2,686mm, mais 50mm do que na anterior geração.

Na frente, assume um design que transmite uma forte personalidade, com uma ligação tridimensional entre a grelha e os faróis dianteiros. Os faróis LED surgem recuados, formando um efeito de sobrancelha, com um foco mais pronunciado que torna instantaneamente reconhecível a assinatura luminosa.



As superfícies do novo Leon evoluíram, com formas mais marcantes, dando ao design um tratamento mais elegante, com mudanças e nuances de cor consoante a incidência da luz na superfície pintada, com evolução permanente ao longo da carroçaria. 



No interior, este novo Leon revela uma imagem de funcionalidade com superfícies suaves e com destaque para o ecrã de infoentretenimento de 10”, com reconhecimento de gestos, concebido para interagir e permitir uma interação precisa com os ocupantes, reduzindo a necessidade de botões físicos. No entanto, as funções críticas continuam a ser controladas por comandos mais convencionais.



O sistema Full Link é a porta de entrada para a conectividade, permitindo aos utilizadores emparelharem os seus dispositivos ao sistema de infoentretenimento, trazendo o ecossistema digital para o veículo. Assim, quer pretenda importar a sua lista de contactos para o automóvel, a música que ouve no dia a dia ou o sistema de mapas, ficam todos disponíveis e acessíveis numa forma controlada, intuitiva e segura, não distraindo o condutor da estrada e utilizando para isso o sistema de infoentretenimento ou os comandos de controlo integrados no volante.



Em matéria de espaço o modelo de 5 portas oferece uma bagageira com 380 litros (valor idêntico ao da anterior geração), enquanto o Sportstourer garante 617 litros de capacidade, 30 litros adicionais em relação à terceira geração deste modelo.

No que diz respeito às motorizações, o novo Seat Leon apresenta uma gama de motores que passam a incluir três variantes eletrificadas que potenciam ainda mais a eficiência. A nova geração do carro compacto dispõe de unidades a gasolina (TSI), diesel (TDI), gás natural comprimido (TGI), mild-hybrid (eTSI) e híbrido plug-in (eHybrid), cada uma concebida para entregar os mais elevados padrões de performance e de condução, garantindo aos clientes a combinação ideal de veículo e motor que corresponda às necessidades específicas.



A oferta do novo Leon no âmbito dos motores a gasolina passa pelas unidades com injeção direta e turbocompressor capazes de debitar níveis de potência entre 66kW/90CV e 140kW/190CV.



Os dois níveis mais baixos de potência, que produzem 66kW/90CV e 81kW/110CV, recorrem ao 1.0 TSI de três cilindros que serão usados no Leon pela primeira vez; e os motores maiores de 1.5 litros (96kW/130CV e 110kW/150CV). No topo da pirâmide coloca-se o 2.0 TSI com 140kW/190CV, associada à transmissão de dupla embraiagem.

No que toca ao diesel, o novo Leon dispõe de três opções, todas as unidades de dois litros 2.0 TDI com potências de 85kW/115CV e de 110kW/150CV.

O novo Leon inclui ainda a opção pelo 1.5 TGI a GNC que produz 96kW/130CV de potência.



Pela primeira vez, o Leon também recebe a tecnologia mild hybrid (sTSI), que permite ao modelo compacto um patamar de eficiência ainda superior (1.0 TSI 81kW/110CV e 1.5 litros de 110kW/150CV, ambos exclusivamente com transmissão DSG).



A quarta geração do Leon também inclui uma sofisticada variante híbrida plug-in, que utiliza o motor TSI de 1.4 litros com propulsor elétrico, um pack de baterias de iões de lítio de 13kWh com a caixa de seis velocidades DSG, resultando num conjunto capaz de produzir 150kW/204CV de potência e um alcance exclusivamente elétrico de 60km.

A Seat revelou ainda que o novo Leon vai chegar ao mercado no segundo trimestre de 2020.




95 visualizações

Bem vindos! | JM Reviews

Vamos fazer a cobertura de apresentações, eventos, Test Drives. Vamos passar experiências diferentes para vos dar a conhecer o melhor de cada modelo em particular!

  • Facebook JM Reviews
  • Instagram JM Reviews
  • Grey YouTube Icon

© 2018 by JM Reviews

Criado por Mercado Digital

  • Facebook JM Reviews
  • Instagram JM Reviews
  • Youtube JM Reviews